SABUGAL (Portugal) PREPARA UNAS RUTAS POR LA ZONA FRONTERIZA DEL CONTRABANDO


No concelho do Sabugal prepara-se uma rota do contrabando. Uma das freguesias fronteiriças, Fóios, já procedeu à limpeza dos caminhos e aposta da revitalização das «veredas do contrabando» como atractivo turístico.

 

 

A Junta de Freguesia de Fóios, no concelho do Sabugal, pretende revitalizar as antigas «veredas do contrabando» para fins turísticos, afirma o presidente da autarquia, José Manuel Campos.

A antiga rota transfronteiriça utilizada pelos contrabandistas, tinha vários quilómetros de extensão e incluía «caminhos que atravessavam as serras» da zona raiana, conta o mesmo responsável.

As veredas utilizadas pelos portugueses que residiam próximo de Espanha deixaram de ser utilizadas «por altura do 25 de Abril», mas até à década de 1990 «por essas veredas passou muito gado», uma vez que a actividade só terminou com a total liberalização de pessoas e bens entre os dois países.

A antiga rota transfronteiriça do contrabando começava nos Fóios e incluía, entre outras, as localidades espanholas de Valverde del Fresno e Navasfrias.

José Manuel Campos explica que a Junta de Freguesia dos Fóios «já melhorou alguns percursos» e que, caso o projecto do roteiro pedestre avance, apenas será necessário «limpar todos os troços e sinalizar esses percursos».

«Estou convencido que com pouco dinheiro será possível colocar umas placas nas veredas e uns painéis na aldeia, com os percursos possíveis», admite, acrescentando que uma das rotas a incluir no futuro roteiro das «veredas do contrabando» faz a ligação entre as povoações de Fóios (Portugal) e de Valverde del Fresno (Espanha), «com uma extensão de cerca de onze quilómetros».

 

 

Deja un comentario