SABUGAL (Portugal) PREPARA UNAS RUTAS POR LA ZONA FRONTERIZA DEL CONTRABANDO


No concelho do Sabugal prepara-se uma rota do contrabando. Uma das freguesias fronteiriças, Fóios, já procedeu à limpeza dos caminhos e aposta da revitalização das «veredas do contrabando» como atractivo turístico.

 

 

A Junta de Freguesia de Fóios, no concelho do Sabugal, pretende revitalizar as antigas «veredas do contrabando» para fins turísticos, afirma o presidente da autarquia, José Manuel Campos.

A antiga rota transfronteiriça utilizada pelos contrabandistas, tinha vários quilómetros de extensão e incluía «caminhos que atravessavam as serras» da zona raiana, conta o mesmo responsável.

As veredas utilizadas pelos portugueses que residiam próximo de Espanha deixaram de ser utilizadas «por altura do 25 de Abril», mas até à década de 1990 «por essas veredas passou muito gado», uma vez que a actividade só terminou com a total liberalização de pessoas e bens entre os dois países.

A antiga rota transfronteiriça do contrabando começava nos Fóios e incluía, entre outras, as localidades espanholas de Valverde del Fresno e Navasfrias.

José Manuel Campos explica que a Junta de Freguesia dos Fóios «já melhorou alguns percursos» e que, caso o projecto do roteiro pedestre avance, apenas será necessário «limpar todos os troços e sinalizar esses percursos».

«Estou convencido que com pouco dinheiro será possível colocar umas placas nas veredas e uns painéis na aldeia, com os percursos possíveis», admite, acrescentando que uma das rotas a incluir no futuro roteiro das «veredas do contrabando» faz a ligação entre as povoações de Fóios (Portugal) e de Valverde del Fresno (Espanha), «com uma extensão de cerca de onze quilómetros».

 

 

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.